sexta-feira, 23 de janeiro de 2009

GOVERNO DERRUBA LIMINAR OBTIDA PELA APEOESP

No final da tarde de hoje o Tribunal de Justiça derrubou a ação liminar obtida pela APEOESP que suspendia a "prova" dos OFA'S, possibilitando que o governo utilize as notas obtidas pelos professores no processo de atribuição de aulas 2009.
Mostrando o caráter burguês da justiça, esta decisão tomada pelo TJ prejudicará milhares de professores(as) em todo o estado, apesar de todos os descalabros cometidos pelo governo na realização do processo seletivo.
Apesar desta derrota jurídica, é fundamental que os(as) professores(as) não se deem por vencidos, pois nossa greve demonstrou a força da categoria e a continuidade de nossa luta pode impor uma derrota política ao governo com a revogação do decreto 53037/08.
Por isso, se antes já era fundamental que iniciassemos o ano de 2009 discutindo nas escolas a continuidade de nossa mobilização, agora isso se faz mais premente, pois só a luta direta de nossa categoria poderá derrotar o projeto de destruição da escola pública defendido pelo governo e seus aliados.
Precisamos desde o processo de atribuição organizar a nossa luta e utilizar os primeiros dias do ano letivo para convencer todos os professores (efetivos, estáveis, celetistas, ofa's, eventuais) a encamparmos uma grande luta em defesa do emprego, do salário, das condições de trabalho e da escola pública, pois somente a nossa unidade será capaz de enfrentar a unidade dos inimigos da educação!
Abaixo o decreto 53037/08!
Fora Maria Helena, inimiga da educação!

Oposição Alternativa São Miguel

2 comentários:

Luana disse...

Estou à disposição da categoria. Acredito que juntos somos mais. Precisamos dar um basta às insanidades de Maria Louca e sua turma.

Profª Luana - Charles???

[denise abramo] disse...

eu achava que uma corrente de esquerda iria defender o ensino público de qualidade e principalmente a unidade dos trabalhadores, e não sustentar essa política ridícula de marginalização e "caça às bruxas" dos que tentam ingressar na categoria (e que, diga-se de passagem, foram bem numa prova que era de conteúdo básico para quem pretende adentrar uma sala de aula).

denise abramo
xicradecafe@gmail.com